Sexta Selvagem: Maria-sem-Vergonha

por Piter Kehoma Boll

Você provavelmente conhece a espécie de hoje. Provavelmente a tem plantada em seu jardim ou a viu no jardim de outros, em parques ou, se você vive em uma região tropical ou subtropical, ao longo das estradas ou dentro da floresta. Cientificamente conhecida como Impatiens walleriana, ela tem o nome comum de maria-sem-vergonha, beijo-de-frade, impatiens ou balsamina, apesar de os dois últimos poderem ser usados para outras espécies do gênero Impatiens também.

Maria-sem-vergonha no Vietnã. Foto do usuário Prenn do Wikimedia.**

Esta adorável planta possui um caule tenro e suculento com uma cor que varia de verde-claro a vermelho-escuro e que se torna semilenhoso na base. As folhas são macias, ovadas, lisas e possuem uma borda serreada. A base das folhas possui pequenos nectários extraflorais. As flores possuem 5 pétalas e 5 sépalas e são bilateralmente simétricas, com a sépala inferior formando uma longa espora que contém néctar. Os frutos se desenvolvem em uma pequena cápsula que explode como uma estratégia de dispersar as sementes.

Nectários extraflorais pingando. Foto do usuário Mariluna do Wikimedia.**

A maria-sem-vergonha é nativa do leste da África e é cultivada pelo mundo todo como planta ornamental, tendo muitos cultivares diferentes. As flores poem ser brancas, rosadas, salmão, vermelhas, magenta, roxas e muitas outras variedades, às vezes até com mais de uma cor. É interessante, no entanto, que um estudo revelou que branco é a cor favorita para borboletas que visitam a planta, enquanto vermelho é a cor menos favorita. De fato, apesar de diferentes espécies de borboletas apresentarem preferências ligeiramente diferentes para cor, nenhuma espécie parece gostar de visitar flores vermelhas.

Um espécime crescendo na África do Sul. Foto de Stuart Billingham.*

Após ser transportada para outros continentes, a maria-sem-vergonha se tornou naturalizada em muitas regiões, especialmente em áreas tropicais e subtropicais das Américas e no sudeste da Ásia. O impacto de sua disseminação por essas áreas não é claro até onde eu saiba.

Várias variedades cultivadas em Bangalore, Índia. Foto de Ramesg Ng.**

Um fato interessante é que mosquitos parecem amar se alimentar nos nectários extraflorais da maria-sem-vergonha, e estudos mostraram que elas são a fonte preferida de néctar para mosquitos do gênero Aedes. Assim, a maria-sem-vergonha vem sendo estudada como uma forma potencial de controlar as populações desses insetos transmissores de doenças pelo desenvolvimento de variedades geneticamente modificadas com néctar inseticida.

Outros estudos mostraram que a maria-sem-vergonha é uma acumuladora de cádmio do solo e possui o potencial de ser usada como ferramente para descontaminação.

A maria-sem-vergonha realmente não tem vergonha de mostrar serviço.

– – –

Curta nossa página no Facebook!

Siga-me (@piterkeo) no Twitter!

– – –

Referências:

Lai H-Y (2015) Subcellular distribution and chemical forms of cadmium in Impatiens walleriana in relation to its phytoextraction potential. Chemosphere 138:370–376. https://doi.org/10.1016/j.chemosphere.2015.06.047

Lim TK (2013). Impatiens walleriana. Edible Medicinal and Non-Medicinal Plants: 548–550. https://doi.org/10.1007/978-94-007-7395-0_34

Mandle M, Warren DL, Hoffmann MH, Petersen AT, Schmitt J, von Wettberg EJ (2010) Conclusions about Niche Expansion in Introduced Impatiens walleriana Populations Depend on Method of Analysis. PLoS ONE 5(12): e15297. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0015297

Morris AB (2005) Functional differences among color morphs of Impatiens walleriana (Balsaminaceae).

Pruett G, Hawes J, Varnado W, Deerman H, Goddard J, Burkett-Cadena N, Kearney C (2020) The readily transformable Impatiens walleriana efficiently attracts nectar feeding with Aedes and Culex mosquitoes in simulated outdoor garden settings in Mississippi and Florida. Acta Tropica. https://doi.org/10.1016/j.actatropica.2020.105624

– – –

*Creative Commons License Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons de Atribuição Não Comercial 4.0 Internacional

**Creative Commons License Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons de Atribuição e Compartilhamento Igual 3.0 Não Adaptada.

Deixe um comentário

Arquivado em Botânica, Sexta Selvagem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s