Sexta Selvagem: Ácaro-da-Babosa

por Piter Kehoma Boll

Alguns meses atrás eu apresentei uma minúscula vespa que causa galhas no eucalipto. Agora vou apresentar outra criatura minúscula, até menor que aquela vespa, que causa um tipo bem anormal de galha em espécies do gênero Aloe, popularmente chamadas de babosa .

Chamado Aceria aloinis e comumente conhecido como o ácaro-da-babosa, este aracnídeo minúsculo pode ser um pesadelo para espécies de babosa e aqueles que as cultivam. Eles são tão minúsculos que mal são visíveis a olho nu. Seu corpo é alongado e cilíndrico, vermiforme, como uma salsicha microscópica, e os adultos possuem apenas quatro patas em vez das típicas oito da maioria dos aracnídeos. Esta é a aparência típica da maioria dos ácaros da família Eriophyidae, conhecidos como ácaros-de-galha.

Dois ácaros-da-babosa. Extraído de Deinhart (2011).

Alimentando-se de células da epiderme dos pés de babosa, o ácaro-da-babosa leva a um enorme problema na planta hospedeira. Sua presença causa um crescimento anormal e feio formando uma galha disforme que é adequadamente conhecida como câncer da babosa. Este câncer frequentemente possui uma aparência esponjosa e às vezes, mais do que apenas estranhos crescimentos das folhas, do caule e das inflorescências, ele aparece como um aglomerado de folhas malformadas.

Uma galha nada bela formada pelo ácaro-da-babosa. Foto de Colin Ralston.*

Esta malformação provavelmente tem efeitos negativos sobre o desempenho a planta, mas a principal preocupação se deve ao fato de ela tornar espécies ornamentais de babosa esteticamente desagradáveis. A forma mais simples de se livrar do ácaro-da-babosa é cortando as partes infectadas e as queimando.

Mas como eles chegam até a planta para começar? Bem, ácaros eriofiídeos geralmente usam o vento para serem carregados de um lugar para outro e o ácaro-da-babosa não é exceção. Então você pode conseguir curar sua planta com uma amputação, mas, se houver outras plantas infectadas na região, os ácaros podem logo estar de volta.

– – –

Curta nossa página no Facebook!

Siga-me (@piterkeo) no Twitter!

Precisa de ajuda para preparar seu artigo científico? Fale com a A1 Assessoria em Produção Acadêmica. Oferecemos serviços de tradução, revisão, formatação e preparação de figuras a preços acessíveis! Nosso email: a1academica@gmail.com

– – –

Referências:

Deinhart N (2011) Tiny Monsters: Aceria alionis. Cactus and Succulent Journal 83(3): 120–122. doi: 10.2985/0007-9367-83.3.120

Villavicencio LE, Bethke JA, Dahlke B, Vander Mey B, Corkidi L (2014) Curative and preventive control of Aceria aloinis (Acari: Eriophyidae) in Southern California. Journal of Economic Entomology 107(6):2088-2094.

– – –

*Creative Commons License Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons de Atribuição Não Comercial 4.0 Internacional

Deixe um comentário

Arquivado em Aracnídeos, Sexta Selvagem, Zoologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s