Sexta Selvagem: Perlário-Preto

por Piter Kehoma Boll

Insetos são tão diversos que levará um bom tempo até eu apresentar todos os grupos aqui. Hoje eu vou mostrar a primeira espécie da ordem Plecoptera, comumente conhecidos como perlários. Nossa espécie é chamada Austroperla cyrene e comumente conhecida como perlário-preto.

O perlário-preto é endêmico da Nova Zelândia, sendo encontrado na Ilha do Norte e na Ilha do Sul. Os adultos medem cerca de 1.5 cm de comprimento e possuem o corpo preto com asas pretas. A única parte do corpo que não é preta ou marrom-escura é uma região amarelada em cada perna e na base das asas anteriores. Os machos tendem a ser menores que as fêmeas.

Perlário-preto adulto na Ilha do Norte. Foto de Erin Powell.*

Como é comum entre insetos adultos, perlários-pretos adultos raramente comem, mas preferem matéria vegetal quando necessário. Eles vivem apenas algumas semanas, o suficiente para acasalarem e começarem a pôr os ovos. As fêmeas põem os ovos em córregos e as ninfas são aquáticas, com um corpo marrom-escuro e dois cercos (“caudas”) bem curtos. As ninfas se alimentam de matéria vegetal morta, tal como madeira podre e folhas mortas, e também podem se alimentar de animais mortos ou fungos crescendo em matéria vegetal morta. Elas levam cerca de três anos para se tornarem adultas. A maioria das ninfas deixa a água e se torna adulta entre o fim da primavera e o fim do verão.

Uma ninfa capturada na Ilha do Sul. Foto do usuário anna-mac do iNaturalist.*

Tanto a ninfa quanto o adulto do perlário-preto possuem certa quantidade de cianeto de hidrogênio nos tecidos. Como resultado, eles são evitados tanto por predadores aquáticos quanto por predadores terrestres. As marcas amarelas no adulto podem servir como um sinal sobre a toxicidade e impalatabilidade da espécie, avisando aos predadores para ficarem longe ou sofrerem as consequências de uma refeição bem desagradável.

– – –

Curta nossa página no Facebook!

Siga-me (@piterkeo) no Twitter!

– – –

Referências:

McLellan, ID (1997) Austroperla cyrene Newman (Plecoptera: Austroperlidae). Journal of the Royal Society of New Zealand 27(2): 271–278. doi: 10.1080/03014223.1997.9517538

Thomson MS (1934) An account of the systematics, anatomy and bionomics of Austroperla Cyrene Newman. Dissertação de Mestrado, Canterbury University.

– – –

*Creative Commons License Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons de Atribuição Não Comercial 4.0 Internacional

Deixe um comentário

Arquivado em Entomologia, Sexta Selvagem, Zoologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s