Sexta Selvagem: Mosquito-de-Remo-Azul

por Piter Kehoma Boll

Uma doença tropical comum em áreas de floresta da América do Sul é a febre amarela. Afetando a maioria das espécies de primatas, a febre amarela é geralmente transmitida pelo famoso mosquito Aedes aegypti, que também transmite dengue e zika, todas doenças causadas por vírus do gênero Flavivirus.

Mas em áreas de floresta das Américas Central e do Sul, outras espécies de mosquito também podem transmitir a febre amarela a humanos e macacos. Uma destas espécies é Sabethes cyaneus, que eu decidi chamar de mosquito-de-remo-azul. Esta espécie ocorre do México até a Argentina e o Brasil e, diferente da maioria dos mosquitos, é diurna.

Uma fêmea prestes a ter um almoço sangrento em um humano no México. Foto de Carlos Alvarez N.*

Mesmo se você não acha mosquitos criaturas legais na maior parte do tempo, precisa admitir que o mosquito-de-remo-azul é um animal lindo. O corpo do adulto é escuro e possui um tom azul metálico no dorso e nas pernas, sendo ligeiramente mais verde no dorso e ligeiramente mais roxo nas pernas. Mais que isso, o segundo par de pernas possui um grande tufo de pelos que as faz parecerem um par de remos.

Mas qual é a função desses remos? A primeira sugestão é de que eles são sexualmente selecionados e provavelmente são importantes para cortejar a fêmea. Mas as fêmeas também possuem remos e, se seles fossem resultado de seleção sexual causada por fêmeas sobre machos, eles provavelmente seriam muito maiores em machos, o que não é o caso.

Outra fêmea se alimentando de um humano, dessa vez no Paraguai. Foto de Joaquin Movia.*

Os machos realizam, de fato, um ritual de corte complexo na frente das fêmeas usando suas pernas com remos. Quando as fêmeas estão preparadas para acasalar, elas pousam verticalmente num galho e esperam que machos venham e dancem na frente delas. A maioria dos machos é rejeitada pela fêmea e, quando ela finalmente escolhe um macho, ela vai copular apenas com ele. Machos, por outro lado, copulam com várias fêmeas. Isso aumenta ainda mais a ideia de que os remos precisam ter alguma importância na escolha das fêmeas.

Macho (esquerda) e fêmea (direita). Imagem extraída de South & Arnqvist (2008).

Não é o que se descobriu, no entanto. Quando os remos de um macho são reduzidos de tamanho ou removidos completamente, ele ainda tem as mesmas chances de conseguir uma fêmea que um macho intacto. Por outro lado, uma fêmea cujos remos foram removidos raramente atrai algum macho. Ela fica pousada no seu galho esperando e esperando e nenhum macho virá dançar para ela. O interesse que mosquitos-de-remo-azuis machos possuem por remos é tão forte que eles até mesmo abordam outros machos com remos grandes.

A razão pela qual esta espécie apresenta forte preferência por parte dos machos e fraca preferência por parte das fêmeas ainda é um mistério, mas é uma boa forma de nos lembrar de que nossas ideias sobre seleção sexual não são tão bem estabelecidas quanto pensamos.

– – –

Curta nossa página no Facebook!

Siga-me (@piterkeo) no Twitter!

– – –

Referências:

Hancock RG, Foster WA, Lee WL (1990) Courtship behavior of the mosquito Sabethes cyaneus (Diptera: Culicidae). Journal of Insect Behavior 3(3): 401–416. doi: 10.1007/BF01052117

South SH, Arnqvist G (2008) Evidence of monandry in a mosquito (Sabethes cyaneus) with elaborate ornaments in both sexes. Journal of Insect Behavior 21: 451. doi: 10.1007/s10905-008-9137-0

South SH, Arnqvist G (2011) Male, but not female, preference for an ornament expressed in both sexes of the polygynous mosquito Sabethes cyaneus. Animal Behaviour 81(3): 645–651. doi: 10.1016/j.anbehav.2010.12.014

– – –

*Creative Commons License Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons de Atribuição Não Comercial 4.0 Internacional

1 comentário

Arquivado em Comportamento, Entomologia, Sexta Selvagem, Zoologia

Uma resposta para “Sexta Selvagem: Mosquito-de-Remo-Azul

  1. Pingback: Sexta Selvagem: Mutuca-de-Hipopótamo | Natureza Terráquea

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s