Quarta de Quem: Caspar Georg Carl Reinwardt

por Piter Kehoma Boll

Esta semana ficamos mais uma vez com o século XVIII, começando na Europa, mas seguindo de lá para o outro lado do mundo.

Caspar Georg Carl Reinwardt nasceu em 5 de junho de 1773 em Lüttringhausen, que atualmente é parte da Alemanha. Ele era filho de Johann George Reinwardt e Katharina Goldenberg. Pouco após ele nascer, sua família se mudou para Remscheid. Seu pai foi seu primeiro professor, mas morreu quando Reinwardt ainda era jovem. Seu irmão mais velho, Johann Christoph Matthias Reinwardt, se mudou para Amsterdam depois da morte de seu pai e passou a trabalhar em uma farmácia. Em 1787, Caspar se mudou para Amsterdam também e começou como aprendiz na mesma farmácia. Lá, ele conheceu vários cientistas, incluindo o botânico Gerardus Vrolik.

Um jovem Caspar Reinwardt. Retrato por M. J. van Brée e R. Vinkeles. Data desconhecida.

Em Amsterdam, Reinwardt estudou química e botânica no Athenaeum Illustre, uma escola às vezes referida como a precursora da Universidade de Amsterdam, mas que não permitia que alguém obtivesse uma graduação. Não obstante, Reinwardt desenvolveu habilidades em química, medicina e botânica e recebeu, por isso, a posição de professor de história natural na Universidade de Harderwijk em 1800. Devido a suas habilidades como professor, o senado acadêmico lhe deu um doutorado honorário em 1801.

Em 1806, Amsterdam se tornou parte do Reino da Holanda, um reino fantoche criado pelo imperador Napoleão Bonaparte para seu irmão mais novo Luís Bonaparte, que foi feito rei. Apelando a Luís em 1808, Reinwardt recebeu a oferta de se tornar diretor dos jardins botânicos e zoológicos que seriam construídos. No mesmo ano, ele se tornou membro do Real Instituto dos Países Baixos.

Em 1810, Reinwardt se tornou professor em Amsterdam. Apenas três anos depois, em 1813, os Países Baixos recuperaram sua independência da França e estavam interessados em restabelecer contato com suas colônias. Reinwardt foi convidado a tomar parte da Real Comissão para as Colônias como chefe de agricultura, artes e ciência. Como resultado, ele viajou para as Índias Orientais Neerlandesas (atual Indonésia) em 1816 e conduziu várias investigações botânicas através das ilhas. Em 1817, ele fundou os Jardins Botânicos de Buitenzorg (agora Bogor) em Java e se tornou seu primeiro diretor. Durante os anos seguintes, ele juntou muitos espécimes vegetais e os enviou para a Europa, mas a maioria se perdeu em naufrágios.

Caspar Reinwardt mais velho. Autor e ano desconhecidos.

Com a morte do botânico Sebald Justinus Brugmans em 1819, a posição de professor de história natural na Universidade de Leiden ficou vazia e Reinwardt foi apontado para tomá-la. Entretanto foi permitido que ele permanecesse nas Índias Orientais Neerlandesas até 1821. Voltando em 1822, ele começou como professor de história natural em 1823. Na Universidade de Leiden, ele dedicou o resto de sua vida a química, botânica e mineralogia.

Reinwardt se aposentou em 1845 e morreu em 6 de março de 1854 aos 80 anos.

– – –

Curta nossa página no Facebook!

Siga-me (@piterkeo) no Twitter!

– – –

Referências:

Wikipedia. Caspar Georg Carl Reinwardt. Disponível em <https://en.wikipedia.org/wiki/Caspar_Georg_Carl_Reinwardt >. Acesso em 4 de junho de 2019.

Wikipedia (in German). Kaspar Georg Karl Reinwardt. Disponível em < https://de.wikipedia.org/wiki/Kaspar_Georg_Karl_Reinwardt >. Acesso em 4 de junho de 2019.

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s