Quarta de Quem: Torbern Bergman

por Piter Kehoma Boll

Hoje vou apresentar um cientista do século 18 que trabalhou em várias áreas das ciências naturais.

Torbern Olaf Bergman nasceu em 20 de março de 1735 na paróquia de Låstad, Suécia, filho de Barthold Bergman e Sara Hägg. Seu interesse em botânica foi despertado pelo seu professor Sven Hof na Katedralskolan em Skara.

Aos 17 anos, ele foi matriculado na Universidade de Uppsala. Ele queria estudar matemática e ciências naturais, mas seu pai queria que ele estudasse direito e divindade. Tentanto agradar tanto a si mesmo quanto a seu pai, ele trabalhou em excesso e ficou doente, o que o forçou a ficar um tempo longe dos estudos. Durante este período, ele se entreteve com botânica e entomologia de campo.

Retrato de Torbern Bergman por Ulrika Pasch.

Através de suas coleções entomológicas, Bergman se tornou conhecido de Linnaeus e lhe enviou vários insetos de novas espécies. Em 1756, ele foi bem-sucedido em provar que, ao contrário da opinião de Linnaeus, a espécie chamada Coccus aquaticus era simplesmente o ovo de uma sanguessuga, o que Linnaeus reconheceu como correto. Devido a esta descoberta, bem como porque ele desenvolveu um método para capturar as fêmeas sem asas de mariposas de inverno, Bergman recebeu um prêmio da Academia de Ciências Sueca, sendo eleito um membro da academia em 1764. No ano seguinte, ele foi eleito membro da Real Sociedade de Londres.

Bergman também defendeu uma tese em astronomia e fundou a Sociedade de Cosmografia em Uppsala, através da qual publicou, em 1766, seu trabalho Physisk beskrifning öfver jordklotet (Descrição física sobre o globo), o qual foi um dos primeiros livros de geografia moderna. Ele então se tornou um professor associado de física e estudou propriedades elétricas da turmalina, bem como fenômenos meteorológicos como a aurora boreal, o trovão e o arco-íris.

Em 1767, o químico Johan Gottschalk Wallerius renunciou a sua posição de professor de química e mineralogia na Universidade de Uppsala e Bergman decidiu se candidatar. Contudo ele não tinha experiência prévia em publicar trabalhos sobre química e seus competidores o acusaram de ignorância no assunto. Para refutá-los, ele se isolou em um laboratório por um tempo e escreveu um tratado sobre a fabricação de alume e este se tornou um trabalho padrão. Não obstante ele ainda enfrentou forte oposição e somente conseguiu a cátedra de química através da influência do príncipe Gustavo III, que também era chanceler da universidade. Ele manteve esta posição até sua morte.

Bergman se casou com sua esposa, Margareta Catharina Trast, em 1771. Em 1772, ele foi um dos primeiros a receber a Ordem Real de Vasa, a qual era dada a cidadãos suecos pelo seu serviço ao estado e à sociedade, especialmente nos campos da agricultura, mineração e comércio.

Em 1775, Bergman publicou seu artigo químico mais importante, Ensaio sobre Atrações Eletivas, um estudo de afinidade química. Em março de 1782, ele foi eleito um associado estrangeiro da Academia de Ciências Francesa.

Ele morreu prematuramente em 8 de julho de 1784, aos 49 anos, em Medevi, Suécia, devido a um derrame. O mineral radioativo de urânio torbernita foi nomeado em sua honra.

– – –

Curta nossa página no Facebook!

Siga-me (@piterkeo) no Twitter!

– – –

Referências:

Encyclopædia Brittanica (1991) Bergman, Torbern Olof. Disponível em < https://en.wikisource.org/wiki/1911_Encyclop%C3%A6dia_Britannica/Bergman,_Torbern_Olof >. Acesso em 20 de março de 2019.

Wikipedia. Torbern Bergman. Disponível em < https://en.wikipedia.org/wiki/Torbern_Bergman >. Acesso em 20 de março de 2019.

Wikipedia (em sueco). Torbern Bergman. Disponível em < https://sv.wikipedia.org/wiki/Torbern_Bergman >. Acesso em 20 de março de 2019.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s