Quarta de Quem: Émile Blanchard

por Piter Kehoma Boll

Hoje comemoramos o aniversário de um zoólogo francês e rival de Darwin.

Charles Émile Blanchard nasceu em Paris em 6 de março de 1819 e era filho do pintor Émile-Théophile Blanchard. Devido ao interesse de seu pai na natureza, Blanchard começou o estudo de história natural desde uma tenra idade. Quando ele tinha 14, em 1833, o naturalista Jean Victoire Audouin permitiu que ele acessasse o laboratório do Muséum National d’Histoire Naturelle. Cinco anos depois, em 1838, ele se tornou técnico no museu e, em 1841, foi promovido a naturalista assistente.

Logo depois disso, Blanchard saiu numa expedição de zoologia marinha para a Sicília com os zoólogos Henri Milne-Edwards e Jean Louis Armand de Quatrefages de Breau.

Em 1845, Blanchard publicou um livro intitulado Histoire des Insects (História dos Insetos). Cerca de uma década mais tarde, de 1854 a 1856, ele publicou sua obra Zoologie Agricole (Zoologia Agrícola), que é um trabalho admirável, ilustrado por seu pai, que apresenta em grandes detalhes como espécies nocivas danificam plantações. Entre 1852 e 1864, ele também publicou um atlas da anatomia dos vertebrados.

A partir de cerca de 1860, Blanchard começou a gradualmente perder a visão, contudo isso não o desmotivou a continuar seu trabalho.

Em 1862, ele recebeu a cátedra de crustáceos, aracnídeos e insetos do Muséum e foi eleito membro da Academia de Ciências Francesa. Por essa época, ele passou a gradualmente restringir o acesso de amadores às coleções do museu, o que levou a uma redução da atividade geral do museu e as coleções passaram a se dispersar.

Em 1870, com a morte de August Duméril, a cátedra de répteis e peixes do Muséum ficou vaga e Blanchard tinha esperanças de recebê-la devido ao seu atlas da anatomia dos vertebrados, mas a cátedra foi dada a Léon Vaillant em vez disso.

Blanchard nos seus últimos anos.

Blanchard era abertamente contra o darwinismo e disse que as ideias de Darwin sobre a evolução eram falsas e nada originais. Em 1870, Darwin foi indicado por Quatrefages e Milne-Edwards para ser um membro correspondente da Academia de Ciências Francesa. Blanchard e outros se opuseram fortemente a isso, o que fez Darwin perder a eleição por uma margem estreita.

Blanchard ficou completamente cego em 1890, mas continuou com a cátedra de crustáceos, aracnídeos e insetos até 1894. Ele faleceu em 11 de fevereiro de 1900 aos 84 anos.

– – –

Referências:

Global Ant Project. Charles Émile Blanchard (1819–1900). Disponível em < https://archive.is/20120724124107/http://gap.entclub.org/taxonomists/Blanchard/index.html >. Acesso em 5 de março de 2019.

Wikipédia (em francês). Émile Blanchard. Disponível em < https://fr.wikipedia.org/wiki/%C3%89mile_Blanchard >. Acesso em 5 de março de 2019.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s