Sexta Selvagem: Caravela-portuguesa

por Piter Kehoma Boll

Finalmente chegamos à centésima Sexta Selvagem! Para comemorar, vamos ter duas Sextas Selvagens hoje, como tivemos na quinquagésima. E para começar eu escolhi um cnidário que sempre chamou minha atenção.

Vivendo no Oceano Atlântico e conhecida popularmente como caravela-portuguesa, seu nome científico é Physalia physalis, ambas as palavras derivadas da palavra grega para bolha, physalis. E a caravela-portuguesa é, de fato, como uma bolha flutuante com algumas coisas penduradas, ou pelo menos se parece com isso.

physalia_physalis2

Uma caravela-portuguesa deitada na praia. Foto de Anna Hesser.*

A maioria das pessoas pode pensar que a caravela-portuguesa é uma água-viva pela sua aparência, mas ela é na verdade parte de outro grupo de cnidários, os sifonóforos. Seu corpo não é um único indivíduo, mas sim uma colônia de vários animais menores, chamados zooides, que são especializados em diferentes funções dentro da colônia e não podem viver separados. Eles são todos derivados de um mesmo embrião, assim sendo clones um do outro.

A porção superior da caravela-portuguesa tem um saco preenchido de gás, que é chamado de pneumatóforo, e é o organismo original derivado diretamente do embrião. Abaixo do pneumatóforo há vários tipos diferentes de organismos, tal como nectóforos para nadar, dactilozooides para defesa e captura de presas, gonozooides para reprodução e gastrozooides para alimentação. Os longos tentáculos, que atingem mais de 10 m de comprimento, são compostos de dactilozoides e presas presas através da água.

physalia_physalis1

Flutuando no mar. Foto de Regine Stiller.*

Como outros cnidários, a caravela-portuguesa possui células urticantes que ferroam e injetam veneno. Em humanos, o veneno geralmente causa dor e deixa marcas de chicotadas na pele onde os tentáculos tocaram. Às vezes complicações mais severas podem surgir e em casos raros podem levar à morte.

– – –

Referências:

Stein, M. R.; Marraccini, J. V.; Rothschild, N. E.; Burnett, J. W. (1989) Fatal portuguese man-o’-war (Physalia physalis) envenomation. Annals of Emergency Medicine18(3): 312–315.

Wikipedia. Portuguese man o’ war. Available at <https://en.wikipedia.org/wiki/Portuguese_man_o%27_war&gt;. Access on June 16, 2017.

– – –

*Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons de Atribuição Não Comercial Sem Derivações 2.0 Genérica.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em cnidários, Sexta Selvagem

Uma resposta para “Sexta Selvagem: Caravela-portuguesa

  1. Yasmim Gonzaga

    Que magnífica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s