Sexta Selvagem: Fungo-da-lagarta-chinês

por Piter Kehoma Boll

A maior parte de vocês deve ter ouvido falar daqueles fungos terríveis que transformam pobres insetos em zumbis, mas você sabia que um deles é usado na China como comida? Bem, o que NÃO é usado como comida pelos chineses, não é? Enfim, esse fungo é Ophiocordyceps sinensis (antigamente conhecido como Cordyceps sinensis), mas você pode chamá-lo de fungo-da-lagarta-chinês.

O fungo é conhecido como fungo-da-lagarta porque ele infecta larvas (lagartas) de várias mariposas-fantasmas (família Hepialidae). As lagartas vivem no subsolo em prados do Planalto Tibetano e se alimentam de raízes de muitas espécies de plantas. Elas eventalmente podem se infectar com os esporos do fungo, o que as leva a um fim terrível. Dentro da lagarta, o fundo começa a crescer, preenchendo o hospedeiro com hifas em forma de cordão e forçado-o a se mover para cima, mais perto da superfície, onde morre com a cabeça virada para cima. O fungo começa a crescer para fora da cabeça da lagarta morte e forma um pequeno botão. Depois que o inverno passou, o botão cresce para cima, emergindo do solo e formando um corpo de frutificação alongado que libera novos esporos no ambiente. Este é o estágio e que o fungo é colhido por humanos, junto com a lagarta.

O corpo de frutificação de Ophiocordyceps sinensis emergindo da cabeça de uma lagarta morta. Foto de Nicolas Merky.*

O corpo de frutificação de Ophiocordyceps sinensis emergindo da cabeça de uma lagarta morta. Foto de Nicolas Merky.*

O fungo possui vários usos médicos nas medicinas tibetana e chinesa. Ele é considerado como tendo efeitos afrodisíacos e rejuvenescedores e também é usado contra o câncer e para estimular o sistema imunológico, bem como para tratar doenças respiratórias e circulatórias, problemas dos rins e no fídago, fadiga, hiperglicemia, hiperlipidemia, astenia e muitas outras enfermidades. A medicina chinesa o considera como tendo um excelente balando de yin e yang, já que ele é “tanto animal quanto planta”. Vários metabólitos bioativos foram isolados do fungo e alguns deles demonstraram atividade antimicrobiana e antitumoral.

Como resultado desse uso como uma panaceia, o fungo tem sido colhido em excesso em seu habitat natural e é atualmente considerado uma espécie em perigo na China. Ele é, portanto, considerado raro hoje em dia e seu preço pode ser mais alto que o do ouro. O fungo pode ser cultivado em uma cultura líquida ou de grãos, mas tentativas de criá-lo dentro de lagartas não foram bem sucedidas.

– – –

Referências:

Zhang, Y.; Li, E.; Wang, C.; Li, Y.; Liu, X. 2012. Ophiocordyceps sinensis, the flagship fungus of China: terminology, life strategy and ecology. Mycology 3 (1): 2–10. DOI: 10.1080/21501203.2011.654354

Wikipedia. Ophiocordyceps sinensis. Disponível em < https://en.wikipedia.org/wiki/Ophiocordyceps_sinensis >. Acesso em 26 de maio de 2016.

– – –

* Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons de Atribuição e Compartilhamento Igual 3.0 Não Adaptada.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Fungos, Sexta Selvagem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s