Sexta Selvagem: Limo-de-muitas-cabeças

por Piter Kehoma Boll

O que você pensaria se eu dissesse que um limo pode pensar e até mesmo resolver pequenos quebra-cabeças? Você provavelmente acharia que é uma brincadeira de 1º de abril, mas é verdade!

Nosso mais novo amigo é de um reino ainda não explorado em nossas sextas, o reino Amoebozoa. Seu nome é Physarum polycephalum, às vezes chamado de limo-de-muitas-cabeças. É um bolor-limoso que vive em folhas e troncos em decomposição em florestas pelo mundo todo.

Se você entrar em uma floresta durante a estação chuvosa, você pode encontrar alguns crescendo em matéria em decomposição. Eles se parecem com uma rede de veias limosas amarelas e se movem muito lentamente, procurando por comida, a qual consiste de microrganismos como bactérias ou mesmo esporos de fungos.

É com isso que o limo-de-muitas-cabeças se parece quando na forma de plasmódio. Créditos ao usuário do flickr "frankenstoen".

É com isso que o limo-de-muitas-cabeças se parece quando na forma de plasmódio. Créditos ao usuário do flickr “frankenstoen”.

Essa fase em rede é chamada de plasmódio, o estágio vegetativo do bolor, durante o qual ele está ativo e cresce, movendo-se por aí em busca de alimento. O plasmódio consiste de um grande sincício, isto é, um grupo de células fundidas que se tornam algo como uma grande célula com vários núcleos.

Se o ambiente se torna seco demais, o plasmódio vai dessecar e se tornar um esclerócio, uma fase dormente endurecida. Se o alimento se esgota, ele se desenvolverá para a fase reprodutiva, onde para de se mover e produz esporos, os quais serão lançados no ambiente. Quando as condiçoes se tornam favoráveis, os esporos germinarão e liberarão várias células que se fundirão para se tornarem um plasmódio novo.

O limo-de-muitas-cabeças é facilmente mantido em laboratório, de forma que se tornou um organismo modelo. Vários estudos recentes demonstraram que ele é uma criatura formidável. Ele exibe algumas respostas comportamentais que indicam uma inteligência similar à de insetos sociais. Ele parece ter algum tipo de memória externa, permitindo que evite locais anteriormente visitados, e é mesmo capaz de resolver alguns quebra-cabeças básicos, como o problema do caminho mais curto, e antecipar eventos periódicos. Além disso, ele pode ser capaz de detectar e diferenciar cores.

Já estão havendo até mesmo tentativas de encontrar uma forma de usá-lo como substrato para fazer biocomputadores! O limo-de-muitas-cabeças é certamente uma espécie impressionante!

– – –

Referências e leituras adicionais:

Adamatzky, A. 2013. Towards slime mould colour sensor: Recognition of colours by Physarum polycephalum. Organic Electronics, 14(12): 3355-3361. DOI: 10.1016/j.orgel.2013.10.004

Becchetti, L.; Bonifaci, V.; Dirnberger, M.; Karrenbauer, A.; Mehlkorn, K. 2013. Physarum can compute shortest paths: convergence proofs and complexity bounds. Automata, Languages and Programming, 7996: 472-483

Caleffi, M.; Akyldiz, I. F.; Paura, L. 2015. On the solution of the Steiner Tree NP-Hard problem via Physarum BioNetwork. IEEE/ACM Transactions on Networking 23(4): 1092-1106. DOI: 10.1109/TNET.2014.2317911

Nakagaki, T.; Yamada, H.; Tóth, A. 2000. Intelligence: Maze-solving by an ameboid organism. Nature, 407: 470. DOI: 10.1038/35035159

Saigusa, T.; Tero, A.; Nakagaki, T.; Kuramoto, Y. 2008. Amoebae anticipate periodic events. Physical Review Letters, 100: 018101. DOI: 10.1103/PhysRevLett.100.018101

Wikipedia. Physarum polycephalum. Disponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Physarum_polycephalum >. Accesso em 30 de março de 2016.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Sexta Selvagem

Uma resposta para “Sexta Selvagem: Limo-de-muitas-cabeças

  1. Pingback: Sexta Selvagem: Mixomiceto-celular-rosa | Natureza Terráquea

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s